Pesquisadores descobrem tratamento que reprime o câncer de fígado

0
12
Guangfu Li, PhD, DVM, Department of Surgery and Department of Molecular Microbiology and Immunology at the University of Missouri School of Medicine. Credit: Justin Kelley

Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Missouri descobriram uma combinação de tratamento que reduz significativamente o crescimento tumoral e prolonga a vida de ratos com câncer de fígado. Esta descoberta oferece uma nova abordagem terapêutica potencial para tratar uma das principais causas de morte relacionada ao câncer em todo o mundo.

Uma equipe de pesquisa translacional de câncer composta por médicos e cientistas básicos criou uma terapia integrativa que combinava a ablação por radiofreqüência minimamente invasiva (RFA) com o medicamento quimioterápico sunitinib. Individualmente, cada tratamento tem um efeito modesto no tratamento do câncer de fígado. A equipe formulou a hipótese de que a combinação dos dois tratamentos teria um efeito profundo, ativando uma resposta imunológica para atingir e destruir as células cancerígenas do fígado. Isso é exatamente o que suas pesquisas revelaram.

“Tratamos ratos portadores de tumor com sunitinib para suprimir a capacidade das células cancerosas de escapar da detecção pelo sistema imunológico, então a RFA atuou como uma faísca que acendeu a resposta imunológica antitumoral”, disse o investigador principal Guangfu Li, Ph.D., DVM, Departamento de Cirurgia e Departamento de Microbiologia Molecular e Imunologia.

A equipe testou esta abordagem dividindo os ratos em quatro grupos: um grupo de controle, um grupo que recebeu apenas sunitinib, um grupo que recebeu apenas RFA e um grupo que recebeu tanto RFA quanto sunitinib. Os pesquisadores monitoraram a progressão do tumor em cada rato através de ressonância magnética (MRI) durante 10 semanas. Eles descobriram que os camundongos que recebiam a terapia de combinação tiveram um crescimento do tumor significativamente retardado. A vida útil dos ratos no grupo de terapia combinada foi significativamente maior do que a de todos os outros grupos.

“Estes resultados indicam que o sunitinib e a terapia integrada com RFA funcionam como uma estratégia terapêutica eficaz que é superior a cada terapia individual, suprimindo significativamente o crescimento tumoral e prolongando a vida dos ratos tratados”, disse o co-autor Eric Kimchi, MD, MBA, Chefe da Divisão de Oncologia Cirúrgica e Cirurgia Geral, e Diretor Médico do Centro de Câncer Ellis Fischel.

A equipe planeja expandir suas pesquisas para estudar a eficácia desta terapia combinada em cães de companhia e eventualmente em humanos”.

“O desenvolvimento de uma terapia de combinação eficaz de sunitinib e RFA é uma contribuição importante para o campo do tratamento do câncer de fígado e pode ser rapidamente traduzida em aplicações clínicas, já que tanto o sunitinib quanto o RFA são aprovados pelo FDA e estão prontamente disponíveis terapias de câncer”, disse o co-autor Kevin F. Staveley-O’Carroll, MD, Ph.D., MBA, Presidente do Departamento de Cirurgia e Diretor do Ellis Fischel Cancer Center.

Referências

Medicalxpress.com | Researchers discover treatment that suppresses liver cancer

Xiaoqiang Qi et al, Synergizing sunitinib and radiofrequency ablation to treat hepatocellular cancer by triggering the antitumor immune response, Journal for ImmunoTherapy of Cancer (2020). DOI: 10.1136/jitc-2020-001038

Deixe uma resposta