Início Geral Omicron não deve ser classificado como leve, diz OMS

Omicron não deve ser classificado como leve, diz OMS

0
55

O Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, chefe da Organização Mundial da Saúde, disse na quinta-feira que, embora a variante omicron COVID-19 pareça ser menos grave que o delta, não deve ser categorizada como leve.

“Assim como as variantes anteriores, o omicron está hospitalizando pessoas e está matando pessoas”, disse ele. “Na verdade, o tsunami de casos é tão grande e rápido que está sobrecarregando os sistemas de saúde em todo o mundo”.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, dá uma entrevista coletiva em 20 de dezembro de 2021 na sede da OMS em Genebra. (Foto de FABRICE COFFRINI/AFP via Getty Images)

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, dá uma entrevista coletiva em 20 de dezembro de 2021 na sede da OMS em Genebra. (Foto de FABRICE COFFRINI/AFP via Getty Images)
(FABRICE COFFRINI/AFP via Getty Images)

Mangala Narasimhan, diretor de serviços de cuidados intensivos da Northwell Health em Nova York, disse ao Jornal de Wall Street que apenas cerca de 10% dos pacientes estão terminando na UTI devido à doença em comparação com até 35% em surtos anteriores. Ela disse ao jornal que os indivíduos vacinados são – em média – hospitalizados por quatro dias, enquanto aqueles que não são vacinados permanecem por quase duas semanas.

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS SOBRE O CORONAVÍRUS

Um profissional de saúde inocula um menino com a vacina CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac contra a nova doença de coronavírus COVID-19, em um centro de vacinação em Bogotá.  (Foto de Leonardo MUNOZ/AFP) (Foto de LEONARDO MUNOZ/AFP via Getty Images)

Um profissional de saúde inocula um menino com a vacina CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac contra a nova doença de coronavírus COVID-19, em um centro de vacinação em Bogotá. (Foto de Leonardo MUNOZ/AFP) (Foto de LEONARDO MUNOZ/AFP via Getty Images)
(LEONARDO MUNOZ/AFP via Getty Images)

O chefe de emergências da OMS, Dr. Michael Ryan, disse que a especulação de que o omicron pode ser a última variante do surto era “pensamento positivo” e advertiu: “Ainda há muita energia neste vírus”.

BAIXE O APLICATIVO FOX NEWS

Adicionou Maria Van Kerkhove, líder técnica da OMS no COVID-19: “Acho muito improvável que o omicron seja a última variante que você nos ouvirá discutir”.

A Associated Press contribuiu para este relatório

Fonte: www.foxnews.com

Deixe uma resposta