Gengivites: Sintomas, Causas e Tratamentos

0
85
Gengivites

Gengivite significa inflamação das gengivas, ou gengiva. A gengivite é um estágio inicial da doença gengival causada pelo acúmulo de placa bacteriana, um biofilme natural que contém bactérias nos tecidos que circundam os dentes. Esse inchaço é geralmente causado pelo acúmulo de placa.

A gengivite é um tipo de doença periodontal não destrutiva, mas a gengivite não tratada pode progredir para a periodontite. Isso é mais grave e pode levar à perda de dentes.

Sinais de gengivite incluem gengivas vermelhas e inchadas, que sangram facilmente quando a pessoa escova os dentes.

A gengivite geralmente se resolve com boa higiene bucal, como escovação mais longa e frequente e uso de fio dental. Além disso, um enxaguante bucal anti-séptico pode ajudar.

Em casos leves de gengivite, os pacientes podem até não saber que a têm, porque os sintomas são leves. No entanto, a condição deve ser levada a sério e tratada imediatamente.

Tipos

Existem duas categorias principais de doenças gengivais:

Doença gengival induzida por placa bacteriana: Isso pode ser causado por placa, fatores sistêmicos, medicamentos ou desnutrição.

Lesões gengivais não induzidas por placa: Podem ser causadas por uma bactéria, vírus ou fungos específicos. Também podem ser causadas por fatores genéticos, condições sistêmicas (incluindo reações alérgicas e certas doenças), feridas ou reações a corpos estranhos, como dentaduras. Por vezes, não existe uma causa específica.

Causas

A causa mais comum de gengivite é o acúmulo de placa bacteriana entre e ao redor dos dentes. A placa desencadeia uma resposta imune que, por sua vez, pode eventualmente levar à destruição do tecido gengival ou gengival. Pode também, eventualmente, levar a outras complicações, incluindo a perda de dentes.

A placa dentária é um biofilme que se acumula naturalmente nos dentes. Ela é geralmente formada por bactérias colonizadoras que estão tentando aderir à superfície lisa de um dente.

Essas bactérias podem ajudar a proteger a boca da colonização de microrganismos nocivos, mas a placa dental também pode causar cárie dentária e problemas periodontais, como gengivite e periodontite crônica, uma infecção gengival.

Quando a placa bacteriana não é removida adequadamente, ela pode endurecer em cálculo, ou tártaro, na base dos dentes, perto das gengivas. Esta tem uma cor amarela. O cálculo só pode ser removido profissionalmente.

A placa bacteriana e o tártaro eventualmente irritam as gengivas, causando inflamação da gengiva ao redor da base dos dentes. Isto significa que as gengivas podem sangrar facilmente.

Outras causas e fatores de risco

Alterações nas hormonas: Isso pode ocorrer durante a puberdade, menopausa, ciclo menstrual e gravidez. A gengiva pode tornar-se mais sensível, aumentando o risco de inflamação.

Algumas doenças: Câncer, diabetes e HIV estão ligados a um risco maior de gengivite.

Medicamentos: A saúde bucal pode ser afetada por alguns medicamentos, especialmente se o fluxo de saliva for reduzido. Dilantina, um anticonvulsivo e alguns medicamentos anti angina podem causar crescimento anormal do tecido gengival.

Fumar: Os fumantes regulares mais comumente desenvolvem gengivite, em comparação com os não fumantes.

Idade: O risco de gengivite aumenta com a idade.

Dieta pobre: Uma deficiência de vitamina C, por exemplo, está ligada à gengivite.

História familiar: Aqueles cujos pais ou responsáveis tiveram gengivite têm um risco maior de desenvolvê-la também. Pensa-se que isto se deve ao tipo de bactérias que adquirimos no início da nossa vida.

Sinais e sintomas

Em casos leves de gengivite, pode não haver desconforto ou sintomas perceptíveis.

Sinais e sintomas de gengivite podem incluir:

  • gengivas vermelhas brilhantes ou roxas
  • gengivas tenras que podem ser dolorosas ao toque
  • hemorragia das gengivas ao escovar ou usar fio dental
  • halitose ou mau hálito
  • inflamação, ou gengivas inchadas
  • retrações gengivais
  • gengivas macias

Diagnóstico

Um dentista ou higienista bucal verificará se há sintomas, como placa e tártaro na cavidade oral.

Também pode ser recomendado verificar se há sinais de periodontite. Isso pode ser feito por meio de radiografia ou sondagem periodontal, usando um instrumento que mede a profundidade da bolsa ao redor do dente.

Tratamento

Se o diagnóstico acontecer cedo, e se o tratamento for rápido e adequado, a gengivite pode ser revertida com sucesso.

O tratamento envolve cuidados prestados por um profissional de medicina dentária e procedimentos de acompanhamento realizados pelo paciente em casa.

Cuidados dentários profissionais

A placa e o tártaro são removidos. Isto é conhecido como escamação.Pode ser desconfortável, especialmente se a acumulação de tártaro for extensa, ou se as gengivas forem muito sensíveis.

O dentista explicará a importância da higiene oral e como escovar e usar o fio dental de forma eficaz.

Consultas de acompanhamento podem ser recomendadas, com limpezas mais frequentes se necessário.

A reparação dos dentes danificados também contribui para a higiene oral.

Alguns problemas dentários, como dentes tortos, coroas mal ajustadas ou pontes, podem dificultar a remoção adequada da placa bacteriana e do tártaro. Também podem irritar as gengivas.

Cuidados em casa

As pessoas são aconselhadas a:

  • escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia.
  • use uma escova de dentes elétrica
  • usar fio dental pelo menos uma vez por dia
  • Enxaguar regularmente a boca com um enxaguante bucal anti-séptico

Um dentista pode recomendar uma escova e enxaguante bucal adequados.

Complicações

Tratar gengivite e seguir as instruções do profissional de saúde bucal pode normalmente prevenir complicações.

No entanto, sem tratamento, a gengivite pode se espalhar e afetar os tecidos, dentes e ossos.

As complicações incluem:

  • abscesso ou infecção na gengiva ou maxilar
  • periodontite, uma condição mais grave que pode levar à perda de ossos e dentes
  • gengivite recorrente.
  • boca da vala, onde a infecção bacteriana leva à ulceração das gengivas

Vários estudos relacionaram doenças gengivais, como a periodontite, a doenças cardiovasculares, incluindo ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral. Outros relatos encontraram associação com risco de doença pulmonar.

GENGIVITE – DRA DANIELLE SALES

Gengivite – Você Tem ou Não? Sintomas, Diagnóstico e Tratamentos

De Boca Aberta #2 I Como tratar gengivite e mau hálito

Deixe uma resposta