Beber Muita Água Faz Mal à Saúde?

0
22
Beber muita água

Todos os principais sistemas do seu corpo dependem da água para funcionar corretamente. Beber quantidades adequadas de água ajuda seu corpo a:

  • regular a temperatura
  • prevenir a constipação
  • lavar os resíduos
  • executar todas as principais funções corporais

A maioria das pessoas, especialmente as que fazem exercício em tempo quente, está mais preocupada em não beber água suficiente. No entanto, beber muita água também pode ser perigoso.

A super-hidratação pode levar à intoxicação da água. Isso ocorre quando a quantidade de sal e outros eletrólitos em seu corpo se tornam muito diluídos. A hiponatremia é uma condição em que os níveis de sódio (sal) se tornam perigosamente baixos. Esta é a principal preocupação da hiper-hidratação.

Se os seus electrólitos caírem rapidamente, pode ser fatal. A morte por super-hidratação é rara, mas pode acontecer.

Existem diferentes tipos de super-hidratação?

Existem dois tipos principais de super-hidratação:

Aumento da ingestão de água

Isto ocorre quando bebe mais água do que os seus rins podem remover na sua urina. Isto pode causar a recolha de demasiada água na sua corrente sanguínea.

Retenção de água

Isso ocorre quando seu corpo não consegue se livrar da água corretamente. Várias condições médicas podem fazer com que o seu corpo retenha água.

Ambos os tipos são perigosos porque jogam fora o equilíbrio entre água e sódio no seu sangue.

O que causa a super-hidratação?

A super-hidratação é um desequilíbrio de fluidos. Acontece quando o seu corpo absorve ou retém mais líquidos do que os seus rins conseguem remover.

Beber muita água ou não ter uma forma de a eliminar pode causar a acumulação de níveis de água. Isto dilui substâncias importantes no seu sangue. Os atletas de resistência, como os que correm maratonas e triatlos, por vezes bebem demasiada água antes e durante um evento.

O Institute of Medicine estabeleceu diretrizes para a ingestão adequada de água. Eles recomendam que um adulto saudável beba cerca de 9-13 copos de líquidos por dia, em média.

Também é importante lembrar que as necessidades de água variam de acordo com a idade, sexo, clima, nível de atividade e saúde geral. Portanto, não há uma fórmula exata de quanto beber. Situações comuns, como calor extremo, atividade significativa e doença com febre, exigem mais ingestão de líquidos do que a média.

Numa pessoa saudável, a sua urina é um bom indicador do seu estado de hidratação. A urina amarela pálida que parece limonada é um bom objetivo. Urina mais escura significa que você precisa de mais água. Urina incolor significa que você está super-hidratado.

Em pessoas saudáveis, os atletas estão em maior risco de super-hidratação. Os especialistas em esportes de Harvard recomendam que uma abordagem lógica para a hidratação durante o exercício é deixar a sede ser o seu guia.

Algumas condições e medicamentos causam super-hidratação, fazendo com que o seu corpo se agarre a mais líquidos. Estes incluem:

  • insuficiência cardíaca congestiva (ICC)
  • doença hepática
  • problemas renais
  • síndrome do hormônio antidiurético inadequado
  • anti-inflamatórios não esteroides
  • diabetes não controlado

Outras condições e medicamentos podem causar aumento da ingestão de água, tornando-o extremamente sedento. Estes incluem:

  • esquizofrenia
  • MDMA (comumente conhecido como ecstasy)
  • drogas antipsicóticas
  • diuréticos

Quem está em risco de super-hidratação?

A super-hidratação é mais comum entre os atletas de resistência que bebem grandes quantidades de água antes e durante o exercício. Tem sido relatado entre:

  • pessoas que correm maratonas e ultramaratonas (corridas superiores a 26,2 milhas)
  • Triatletas do Ironman
  • ciclistas de resistência
  • jogadores de futebol
  • remadores de elite
  • militares envolvidos em exercícios de treino
  • caminhantes

Esta condição também é mais provável em pessoas com doença renal ou hepática. Também pode afetar pessoas com insuficiência cardíaca.

Quais são os sintomas da hiper-hidratação?

Você pode não reconhecer sintomas de super-hidratação em seus estágios iniciais. À medida que a condição progride, os sintomas mais comuns são:

  • náusea e vomito
  • dor de cabeça
  • mudanças no estado mental, como confusão ou desorientação

A hiperidratação não tratada pode levar a níveis perigosamente baixos de sódio no sangue. Isso pode causar sintomas mais graves, como:

  • fraqueza muscular, espasmos ou cãibras
  • convulsões
  • inconsciência
  • coma

Como é diagnosticada a hiper-hidratação?

Seu médico irá perguntar sobre sua história clínica para descobrir se seus sintomas são causados por super-hidratação ou outra condição. O médico também fará um exame físico e poderá pedir exames de sangue e urina.

Como é tratada a hiper-hidratação?

Como você é tratado para a super-hidratação depende da gravidade dos seus sintomas e o que causou a condição. Os tratamentos podem incluir:

  • reduzir a ingestão de líquidos
  • tomar diuréticos para aumentar a quantidade de urina que produz
  • tratar a condição que causou a super-hidratação
  • parar quaisquer medicamentos que causem o problema
  • substituição do sódio em casos graves

Como você pode evitar a super-hidratação?

Os atletas de resistência podem reduzir o risco de super-hidratação, pesando-se antes e depois de uma corrida. Isso ajuda a determinar quanta água eles perderam e precisam reabastecer. É recomendado beber de 2 a 2 copos e meio de líquido por cada quilo perdido.

Durante o exercício, tente beber 2 a 4 copos de líquido por hora. Se fizer exercício por mais de uma hora, as bebidas esportivas também são uma opção. Estas bebidas contêm açúcar, juntamente com eletrólitos como sódio e potássio, que você perde no suor. Deixe que a sede também o guie durante o exercício. Se tiver sede, beba mais.

Se você tem uma condição médica como diabetes, insuficiência cardíaca ou doença renal, converse com seu médico sobre os melhores tratamentos. Contate também o seu médico se tiver uma sede invulgar. Isto pode ser um sinal de um problema médico que precisa de ser tratado.

Quanta água devemos beber

Beber água em excesso pode fazer mal a saúde

Deixe uma resposta